Notícias


Confederação do Elo Social apresenta programa ‘lixo zero social 10’

Publicado em 10 de May de 2017, por Fernando Carvalho    

O presidente da Confederação do Elo, Jomateleno dos Santos Teixeira, receberá na quinta­feira (27), às 19 horas, no Centro de Convenções de Vitória, convidados de todo o Brasil para o lançamento nacional do Programa “Lixo Zero Social 10”. O projeto propõe a implantação de 35 usinas de reciclagem no ES, em sistema de consórcios, para atender às necessidades de todo o estado. O projeto prevê a inclusão social, constituição de cooperativas de trabalho e ofertas de cursos de capacitação.

Vitória foi a capital brasileira escolhida para o lançamento do Sistema INER e do programa “Lixo Zero Social 10” da Confederação do Elo Social, que promete revolucionar todo sistema de coleta de lixo, tratamento e destinação de resíduos sólidos do país. A capital capixaba foi escolhida porque reúne as condições necessárias para a implantação efetiva de um sistema de tratamento de resíduos sólidos, com áreas e locais adequados, segundo explica o presidente da organização, Jomateleno dos Santos Teixeira.

“O programa “Lixo Zero Social 10” ainda não tem prazo para entrar em funcionamento, pois depende do interesse dos investidores brasileiros no projeto. Por enquanto, estamos apenas apresentando essa proposta aos empresários”, explica o presidente do Grupo.

O Sistema INER nasceu à partir da experiência de 25 anos da Confederação do Elo Social do Brasil, atuante em diversas atividades e projetos sociais, incluindo aquelas ligadas ao meio ambiente, e reúne as organizações Confederação Elo Social do Brasil, Agrale, Gerdau, Vetorzero, CadBim – Consultoria e Projetos Integrados, New Holland, Projeto Ambiental, Nave Therm – Equipamentos Industrias, Sil Fios e Cabos Elétricos, CS Eletro, Positivo Informática, Bosh, Forzan, Portobello, Tecnobriq Briquetadeiras, Reflorestadores Unidos, Toledo, Polimix, Origetc Automação Industrial, Bandeirante Industria de Máquinas, ER­BR Energia Renovável, Sprano, Stemac, Madis, Transleão, Facchini, Deca, Intelbrás.

A Confederação propõe a implantação do Sistema INER – através de empresas parceiras – de 35 usinas para atender às necessidades de todo o ES, que produz atualmente cerca de 3.000 toneladas resíduos sólidos diariamente, para uma população de três milhões de habitantes, com uma concentração de 1.500.000 pessoas na Região Metropolitana da Grande Vitória. Depois de um ano e meio de estudos e pesquisas em território capixaba, mapeando as necessidades do estado, estudos técnicos identificaram áreas privadas disponíveis nas localidades onde as usinas serão instaladas, de acordo com as normas técnicas estabelecidas para a implantação de usinas do gênero.

Durante o evento, serão apresentados os projetos das usinas do Sistema INER. Foram estabelecidas quatro áreas de atuação, nas regiões Norte e Sul. As áreas são os CTTs, centros de triagem e transbordo, lixo hospitalar, crematório de animais e compostagem. O projeto visa proporcionar às empresas interessadas em investir nos empreendimentos a tecnologia e suporte técnico nas implantações.

A proposta do Programa “Lixo Zero Social 10” é simples, conforme explica o diretor regional no ES, Danilo Diniz. “É como se fosse uma franquia. Criamos e estruturamos todo o projeto com tecnologia moderna e economicamente eficaz, e as empresas entram como parceiros fazendo os investimentos necessários na construção das usinas. Oferecemos a tecnologia e o suporte técnico. Já possuímos uma lista de terremos em condições de serem adquiridos pelos futuros investidores. Em média serão necessários R$ 10 milhões para cada uma das usinas, e calculamos que o retorno desse investimento ocorra entre seis e oito meses. As prefeituras pagam cerca de R$ 60,00 por tonelada de resíduos coletados”, explica o diretor.

As áreas previstas para a implantação do Programa “Lixo Zero Social 10” são capazes de absorver todo o complexo de recepção, tratamento e destinação final dos resíduos. De acordo com o diretor regional, Danilo Diniz, a Grande Vitória, por concentrar a maior parte da população, deverá ter 17 centros de triagem e transbordo. Diniz disse ainda que durante o evento, os interessados irão conhecer as plantas propostas para as usinas e mais detalhes do projeto. “Importante lembrar que as usinas INER tem como objetivo acabar com os aterros sanitários, reaproveitando as riquezas do lixo com inclusão social”, disse ainda o diretor.

Fonte: http://vitorianews.com.br/sustentabilidade/noticia/2017/04/confederacao-do-elo-social-apresenta-programa-lixo-zero-social-10-160677.html