Mais vergonhoso do que roubar é roubar e não conseguir carregar


O ministro Ricardo Sales e seu vergonhoso clone de nosso projeto continuam destruindo verbas públicas e vendendo sonhos a governadores e prefeitos com o projeto “Lixão zero”, muito mal copiado do projeto original que é de nossa autoria, com o nome de “LIXO ZERO SOCIAL 10”.



O primeiro contato que o ministro teve com este projeto foi logo que tomou posse, visto que o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, fez uso de seu primeiro ofício para determinar que Ricardo Sales atendesse, em audiência, a CESB – Confederação do Elo Social Brasil –, idealizadora e precursora da implantação em todo o território nacional do Sistema INER de resíduos sólidos através do projeto “LIXO ZERO SOCIAL 10”.


Confira o ofício do presidente da república clicando aqui


Na ocasião, a CESB fora recebida em audiência por todos os ministros do novo governo, dada a importância que todos os seus projetos têm para o combate da desigualdade social no Brasil, porém, o único ministro a não receber o Elo Social foi justamente o Ministro do Meio Ambiente Ricardo Sales.


Jomateleno do Santos Teixeira diz ser nítido que o Ministro Ricardo Sales gostou do projeto, tanto assim o é que “clonou” seu nome, porém não tem qualquer interesse em sua implantação, já que se for implantado vai acabar com o problema do lixo no Brasil e este não deve ser seu objetivo como ministro.


O ministro sequer obedeceu a ordem do presidente, o que se caracteriza como improbidade administrativa, já que, quando o presidente determina a um ministro que atenda alguém, o ministro está atendendo em nome do presidente, e não atender significa um ato de insubordinação, que como se pode ver, Ricardo Salles já cometeu.


Pior ainda é este engodo que ele chama de projeto, que não tem nem pé nem cabeça, e a mídia ainda fica divulgando. Gostaria muito de ver o ministro apresentando este projeto, coisa que não é possível, já que o mesmo não existe.


Quando do seu lançamento na cidade de Curitiba, o presidente da CESB se fez presente, mas saiu de lá frustrado como todos os que lá tiveram, visto que o ministro Ricardo Salles teve que sair rapidamente do evento, sem poder sequer apresenta-lo, e depois apareceu em rede de televisão na assembleia legislativa do Paraná lançando o projeto de portas fechadas.


A cada governador que abraça sua causa lá está ele fazendo seu circo e agora que chegou a vez de Rondônia, lá está ele fazendo o que mais sabe, ou seja, prometeu 12 milhões para acabar com 10 lixões. Francamente, só mesmo pessoas desprovidas de qualquer conhecimento básico para acreditar que isto não passa de uma jogada política para acalmar os ânimos dos promotores e reeleger ou eleger prefeitos.


O Estado de Rondônia está em adiantada fase de negociação, com grupos empresariais sérios, e o que é melhor, não fará uso de nenhuma verba governamental para solucionar 100% do problema do lixo e ainda amparar os catadores.


No link a seguir vocês têm acesso a nosso projeto, programa e plano de viabilidade econômica. Que o usurpador de nome de projeto, Ministro Ricardo Sales, apresente o dele.


https://www.grupoiner.com.br/ro


0 visualização

Telefone: +55 (11) 2528-7762 ​Endereço: Avenida Paulista nº

Sistema INER de Resíduos Sólidos.  Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"O segredo e não ter segredo"